Formação de Professores de Línguas: políticas, projetos e parcerias

R$ 52,00
Disponibilidade: 50
Editora: Pontes Editores
Ano: 2015
ISBN: 9788571136236
Visualizado: 2709
Autor (es): Kleber Aparecido da Silva / Mariana Mastrella-de-Andrade / Cesário Alvim Pereira Filho / (Orgs)
Páginas: 278
Qtd:     


As melhores Seleções estão aqui!
PONTES EDITORES

Dúvidas ?
Fale agora com nossos vendedores
Fone: 19 3252-6011

 

Sonho/realidade, protagonista/coadjuvante, indivíduo/estrutura e tempo/espaço poderiam talvez conduzir a uma quinta dicotomia, denominada teoria/prática, que não incluo aqui porque já está contida nas outras quatro. É o que perpassa também grande parte dos capítulos deste livro, com destaque para a teoria crítica, que vejo como uma teoria com ênfase na prática, visando a transformação da sociedade em um mundo melhor. Teoria e prática, portanto, deixam de ser uma dicotomia para se fundir em um objeto único, caracterizado pela ação: a teoria recriando a prática e a prática recriando a teoria. Paulo Freire, em seu livro Pedagogia do Oprimido, publicado em 1968, diz que a teoria sem a prática vira verbalismo, assim como a prática sem teoria, vira ativismo, concluindo que quando se une a prática com a teoria tem-se a práxis, a ação criadora e modificadora da realidade. Em minha leitura, é disso que trata este livro.

 

Vilson J. Leffa

Sonho/realidade, protagonista/coadjuvante, indivíduo/estrutura e tempo/espaço poderiam talvez conduzir a uma quinta dicotomia, denominada teoria/prática, que não incluo aqui porque já está contida nas outras quatro. É o que perpassa também grande parte dos capítulos deste livro, com destaque para a teoria crítica, que vejo como uma teoria com ênfase na prática, visando a transformação da sociedade em um mundo melhor. Teoria e prática, portanto, deixam de ser uma dicotomia para se fundir em um objeto único, caracterizado pela ação: a teoria recriando a prática e a prática recriando a teoria. Paulo Freire, em seu livro Pedagogia do Oprimido, publicado em 1968, diz que a teoria sem a prática vira verbalismo, assim como a prática sem teoria, vira ativismo, concluindo que quando se une a prática com a teoria tem-se a práxis, a ação criadora e modificadora da realidade. Em minha leitura, é disso que trata este livro.

 

Vilson J. Leffa

Informações
Autor (es) Kleber Aparecido da Silva / Mariana Mastrella-de-Andrade / Cesário Alvim Pereira Filho / (Orgs)
Páginas 278

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação:    Ruim            Bom

Digite o código da imagem: