CONVIVIUM Diálogos luso-brasileiro

R$ 30,00
Disponibilidade: 50
Editora: Pontes Editores
Ano: 2020
ISBN: 9788521702498
Visualizado: 65
Autor (es): Maria Celeste Natário
Páginas: 86
Qtd:     


As melhores Seleções estão aqui!
PONTES EDITORES

Dúvidas ?
Fale agora com nossos vendedores
Fone: 19 3252-6011

 

“As pesquisas de Celeste Natário garantem-lhe um posto-chave nas discussões contemporâneas sobre as relações luso-brasileiras. Qual flâneur  que atravessa o campo do pensamento filosófico-poético nos dois lados do Atlântico, reparando nos mínimos detalhes, sua deriva significa não ter uma ideia pré-definida  no convivium das coisas do espirito: na análise dos costumes, no Ser e no Estar, na Ortodoxia e na Heterodoxia, nas coisas particulares e nas partilháveis. Ao lermos sua  proposta sempre renovada de pensar a vida em “comunidade”, vamos percorrendo  incessantemente e em todos os sentidos o campo do conhecimento das relações humanas. Em Convivium: Diálogos Luso-brasileiros, Celeste Natário se passeia pela vida.  Os atributos da Filosofia e da Poesia lhe são muito mais específicos. Impossível, portanto, não distinguir a linguagem dos afetos, elemento fundamental da objetividade, na medida em que se refere a base a partir da qual se constroem e se desenvolvem reflexões filosóficas, isto é, as relações  interpessoais e da pessoa com o meio.  Convivium: Diálogos Luso-brasileiros é uma etapa relevante neste itinerário da pesquisa filosófico-literária, de reelaboração de tópicos anteriormente mapeados, de preparação para as descobertas mais recentes. Em seu desenvolvimento, a obra tem a forma de conversas “marcadas pela desordem da oralidade, marcadas por conversas que se tiveram já, ou que se espera ver continuadas noutra altura”, ao longo das quais os diálogos luso-brasileiros, como estes se apresentam em momentos cruciais da tradição poético-filosófica. Celeste Natário aponta, nesses textos, que a compreensão desse nexo depende da abordagem em toda a sua complexidade dos enlaces e desenlaces de que é feita a linguagem.”

 

Rita Aparecida Santos

(Cátedra Fidelino de Figueiredo | Instituto Camões | UNEB - Universidade Estadual da Bahia)

Informações
Autor (es) Maria Celeste Natário
Páginas 86

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação:    Ruim            Bom

Digite o código da imagem: